Além disso

As propriedades nocivas do seu gengibre favorito: quais são as contra-indicações, como minimizar o efeito negativo?

As propriedades nocivas do seu gengibre favorito: quais são as contra-indicações, como minimizar o efeito negativo?



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A raiz picante de gengibre é conhecida por suas propriedades benéficas. Ele é creditado com a capacidade de eliminar os quilos em excesso e melhorar a saúde geral. A raiz de gengibre não é usada apenas na culinária: é amplamente utilizada na medicina popular.

Esta especiaria contém muitas substâncias biologicamente ativas e óleos essenciais que têm um efeito negativo no corpo humano, por isso tem muitas contra-indicações, que serão discutidas neste artigo.

Propriedades da planta que fornecem contra-indicações

A especiaria tem a composição química mais rica, para o qual é considerado extremamente valioso para a saúde. No entanto, a raiz de gengibre não é igualmente útil para todas as pessoas, pelo contrário, para muitos representantes da humanidade, o uso de uma raiz ardente em alimentos pode representar um perigo para a saúde.

O motivo das contra-indicações está nos compostos orgânicos contidos na especiaria:

  • Gingerol... Este composto está concentrado em grandes quantidades na raiz da planta. É esta substância que confere à especiaria o seu sabor e aroma únicos. O Gingerol ainda não foi totalmente estudado, mas já existem algumas informações sobre seu efeito no organismo: a substância pode causar alergias graves na forma de vermelhidão e coceira na pele, além de irritar as mucosas do trato digestivo, seguida de diarreia e desidratação.
  • Óleos essenciais... Os compostos aromáticos têm cheiro e sabor pronunciados. Eles são capazes de destruir bactérias nocivas e necessárias para a digestão normal nos intestinos. Devido a esse efeito antimicrobiano excessivo no corpo, o gengibre é contra-indicado em pessoas após um curso de antibióticos e operações cirúrgicas, já que em ambos os casos há perda de sua própria microflora saudável.

    Além disso, os óleos essenciais de gengibre irritam as membranas mucosas do estômago e dos intestinos e podem até perturbar a integridade da parede interna do estômago.

  • Cineol... Este composto orgânico tem um efeito tóxico moderado e, se consumido em excesso, o chá de gengibre pode causar envenenamento. Além disso, essa substância piora a saúde em diabetes mellitus, doenças hepáticas e renais, gastrite e úlceras estomacais.
  • Combinação de conexões... As substâncias acima têm suas próprias contra-indicações, mas sua combinação também pode ser prejudicial à saúde: esses compostos provocam uma separação ativa da bile na vesícula biliar e, ao mesmo tempo, o movimento das pedras; aumentar excessivamente a atividade das células do fígado, o que é perigoso para algumas de suas doenças; aumentar a circulação sanguínea em todo o corpo, o que pode provocar hemorragia interna; promover o crescimento ativo de tumores malignos.

O uso da planta em diversas situações

Às vezes surge a pergunta: é possível usar o gengibre em uma situação particular, por exemplo, com gota ou psoríase, quando não há contra-indicações estritas para o uso do remédio, é possível usar o efeito cicatrizante da raiz para o tratamento ?

Quem pode?

  • Com gota... Acredita-se que, para a inflamação das articulações, beber chá de gengibre é extremamente benéfico. O chá de raiz picante inibe os processos inflamatórios no corpo e elimina a dor nas articulações com a gota, e os minerais que o gengibre é rico fortalecem os ossos e os tecidos conjuntivos.
  • Com psoríase... Essa doença pode ser curada com a ajuda de uma dieta bem elaborada. O gengibre permite remover toxinas de qualquer origem do corpo e, assim, ajuda a limpar a pele. Com psoríase, você pode usar um vegetal picante exclusivamente fresco.
  • Para um resfriado leve... Nariz escorrendo e dor de garganta são tratados com chá de gengibre. Este remédio popular luta em três direções ao mesmo tempo: cura a inflamação, melhora a imunidade e combate vírus e bactérias patogênicas. Você pode beber chá com especiarias desde o primeiro dia de resfriado e sem restrições.

Tem permissão para comer, mas com restrições

Às vezes perguntam: é possível tomar caldo de gengibre à noite, usar o produto com hemorroidas e hipertensão, há proibição estrita do uso do medicamento?

  • À noite... O gengibre e o seu caldo dão energia e revigora, por isso não é recomendado o seu uso à noite. As únicas exceções são os turnos noturnos de trabalho: o chá de gengibre não dá força e vigor pior do que uma xícara de café forte. Você pode usar gengibre à noite apenas se a pessoa não for dormir nas próximas 3-4 horas.
  • Com hemorróidas... A raiz picante tem propriedades anti-sépticas, analgésicas, cicatrizantes e antiinflamatórias, que ajudam a aliviar o curso das hemorróidas. Porém, nessa doença, o gengibre deve ser usado com cautela: se houver tendência de sangramento das hemorróidas, o uso do gengibre deve ser limitado ou mesmo excluído. A decisão é tomada pelo médico assistente.
  • Com aumento de pressão... O gengibre é capaz de relaxar a parede muscular dos vasos sanguíneos e normalizar as leituras do tonômetro. No entanto, tomar chá de gengibre para essa finalidade é permitido apenas se o aumento na divisão ocorreu uma vez devido a esforço físico ou psicológico excessivo. Se uma pessoa sofre de hipertensão há muito tempo e toma os medicamentos apropriados, não se recomenda o uso de gengibre sob qualquer forma. Acredita-se que esta especiaria anule os medicamentos anti-hipertensivos. Escrevemos mais sobre o uso de gengibre para pressão em outro artigo.

Quem não deve ser usado?

Considere se é possível beber caldo de gengibre durante a menstruação e em temperaturas elevadas?

  • Com menstruação... O chá de gengibre relaxa os músculos e alivia a dor na região inferior do abdômen durante a menstruação. No entanto, a especiaria aumenta a circulação sanguínea e aumenta o fluxo sanguíneo para todos os órgãos, incluindo o útero, o que pode provocar um fluxo muito abundante de sangue menstrual. Além disso, o gengibre reduz a coagulação do sangue, que também pode causar aumento do sangramento. Comer esta raiz de qualquer forma durante o período não é recomendado.
  • A uma temperatura... Em altas temperaturas, é proibido usar raiz fresca e chá de gengibre: os componentes do gengibre contribuem para um aumento ainda maior da temperatura corporal e criam um obstáculo para baixá-la. O gengibre é usado apenas para resfriados, cujo curso não é acompanhado por aumento de temperatura.
  • Ao tomar muitos medicamentos... O tempero é incompatível com muitas drogas: ele anula o efeito de alguns, enquanto o efeito de outros aumenta muitas vezes. Antes de introduzir o gengibre na dieta, você deve consultar seu médico e descobrir se este tempero é combinado com os medicamentos que você está tomando. O gengibre não é compatível com medicamentos para arritmias, hipertensão, alergias, diabetes, distúrbios hormonais e muitas outras doenças.
  • Com gastrite e úlceras estomacais... O gengibre melhora a digestão, mas para problemas de estômago e duodeno, seu uso é proibido. Os componentes da especiaria agravam a inflamação e impedem a cura das membranas mucosas.
  • Com doenças do sistema nervoso... Em caso de problemas com o sistema nervoso, é proibido tomar gengibre e chá à base dele, pois o efeito disso em cada caso específico não pode ser previsto. Para pessoas com problemas do SNC, comer a raiz pode levar à letargia ou à superexcitação severa, além de provocar um mau funcionamento do coração.

Consequências da aplicação apesar da proibição

Há momentos em que o gengibre como tempero está incluído em pratos ou bebidas, e a pessoa usa essa raiz por acaso ou por ignorância.

Algumas consequências do consumo de raiz picante apesar da proibição:

  • exacerbação de cálculos biliares e urolitíase;
  • aumento do sangramento interno ou menstrual;
  • dor de estômago e dificuldade de digestão;
  • aumento da transpiração e rápido aumento da temperatura corporal;
  • dor no fígado e agravamento do seu estado;
  • enfraquecimento ou fortalecimento do efeito dos medicamentos tomados;
  • alergias graves.

E se o produto for contra-indicado, mas for consumido?

Se uma pequena quantidade da raiz foi ingerida e as consequências negativas já se manifestaram, é necessário ajustar as doses dos medicamentos tomados para neutralizar os malefícios do gengibre. Para fazer isso, você precisa entrar em contato com seu médico e consultar sobre isso.

Ao consumir uma grande quantidade de gengibre, pode-se recorrer à lavagem gástrica se a raiz tiver sido comida recentemente e ainda não tiver sido absorvida.

Como usar para minimizar a possibilidade de complicações

A maneira mais segura de consumir gengibre é fervê-lo... Durante o processo de cozimento, a fibra incha, o que contribui para a rápida saturação. Os óleos essenciais e outros compostos orgânicos biologicamente ativos perdem algumas de suas propriedades e não têm mais essas propriedades irritantes no estômago e em outros órgãos internos.

Os médicos acreditam que o gengibre pode ser consumido em uma quantidade não superior a 2 g por 1 kg de peso corporal por dia. O pó de especiarias pode ser adicionado aos alimentos em uma quantidade não superior a 4 g por dia. Chá - não mais do que 2 litros por dia.

Se houver contra-indicações, vale a pena reduzir bastante a dose e a frequência de uso ou excluir este produto de sua dieta para sempre. Esta decisão é tomada pelo médico assistente.

O gengibre é merecidamente considerado um dos produtos alimentares mais úteis para os humanos (leia sobre o efeito do gengibre no corpo humano aqui). mas não use raiz de gengibre sem se certificar de que não há contra-indicações... Caso contrário, um produto aparentemente útil causará sérios danos ao corpo.


Assista o vídeo: Gengibre - Os riscos e efeitos colaterais (Agosto 2022).