Além disso

Beterrabas são permitidas com GW? Os benefícios e malefícios dos vegetais de raiz vermelha, as nuances da introdução de uma mãe que amamenta na dieta

Beterrabas são permitidas com GW? Os benefícios e malefícios dos vegetais de raiz vermelha, as nuances da introdução de uma mãe que amamenta na dieta



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Muitas mães duvidam que a beterraba, ou beterraba (como esse vegetal é chamado pelos ucranianos e bielorrussos), seja permitida durante o GW. Com efeito, ao amamentar, toda a composição desta cultura vegetal entra não só no corpo da mãe, mas também no seu filho.

Muitas mães se perguntam se esse vegetal pode ser consumido durante o GW e, em caso afirmativo, desde quando. É possível para uma mãe comer beterraba no primeiro mês após o nascimento de um bebê ou é melhor desistir agora? Existe alguma contra-indicação para comer beterraba ou não? E, finalmente, de que forma é melhor comer beterraba com HS (cozida, estufada, assada, queijo, etc.)? Tentaremos responder a essas e outras perguntas em nosso artigo de hoje.

Por que surge a dúvida sobre a proibição deste produto com hepatite B?

A beterraba é realmente um depósito de vitaminas valiosas, mas também comer esse vegetal pode causar consequências indesejáveis ​​tanto para a mãe quanto para o bebê que é amamentado. As mães particularmente vigilantes, relacionam-se de forma muito negativa com este vegetal durante o período de amamentação do bebê, uma vez que se acredita comumente que frutas e vegetais vermelhos são alérgenos perigosos.

Porém, esse vegetal conseguiu contornar esse estereótipo tão popular de mães, e se você comê-lo corretamente, poderá não só evitar consequências negativas para o corpo da mãe e do filho, mas também obter benefícios.

Qual vegetal é melhor - cozido ou cozido de outra forma?

A beterraba é um vegetal absolutamente seguro para comer durante a amamentação, se a mãe e o filho não tiverem contra-indicações. No entanto, ao comer beterraba enquanto alimenta um bebê com leite materno, a mãe deve conhecer algumas das nuances. É melhor usar beterraba durante o GW apenas na forma fervida.... E o fato é que este vegetal cru pode conter vários vírus e bactérias (se armazenado incorretamente), e o tratamento térmico ajudará a destruí-los.

Quando tratado termicamente, o vegetal não perde suas propriedades benéficas.

Além disso, ao contrário da beterraba crua, a beterraba cozida é melhor absorvida e digerida pelo nosso corpo - tanto para crianças como para adultos (você pode descobrir com que idade pode dar beterraba ao seu filho aqui).

É possível comer uma raiz vegetal após o parto?

No primeiro mês

A maioria dos especialistas diz que os benefícios e a qualidade da beterraba dependem diretamente do método de seu preparo... A melhor opção para comer beterraba durante a amamentação é fervida. E no primeiro mês de vida do bebê, que está em GV, a mãe geralmente deve excluir esse vegetal cru de sua alimentação.

Para reter todos os benefícios e vitaminas da beterraba, é melhor cozinhá-la no vapor. A beterraba crua no primeiro mês de amamentação é excluída da dieta da mãe devido ao possível conteúdo de várias bactérias e microrganismos neste vegetal, que se formam em decorrência do armazenamento inadequado. Além disso, a beterraba crua também é um alérgeno bastante forte (para obter detalhes sobre se crianças e adultos têm alergia alimentar à beterraba, como ela se manifesta e se pode ser eliminada, leia aqui).

Mas mesmo se você comer este vegetal na forma fervida, lembre-se de que, ao introduzi-lo na dieta, você deve comer beterraba em uma quantidade não superior a 50 gramas por dia.

Depois do primeiro mês

Caso decida diversificar o cardápio com beterraba depois de seu bebê completar um mês, ainda assim não deve abusar deste produto, pois a reação individual do corpo de um bebê em HB ainda é possível.

A mãe deve monitorar com muito cuidado como o corpo da criança reage a este produto.... Se até esse momento a mãe não comia beterraba, ela deve introduzir esse vegetal gradativamente em sua dieta, a fim de evitar que o bebê desenvolva reações alérgicas e distúrbios digestivos.

Uma ligeira coloração vermelha das fezes não é levada em consideração, pois é considerada normal.

É melhor comer vegetais não crus. Beterraba pode ser:

  • cozinheiro;
  • assar;
  • vapor.

Se após a introdução da beterraba na dieta por um mês, nenhuma reação negativa for detectada no corpo do bebê, então, neste caso, a dose diária na dieta de uma mãe que amamenta pode ser aumentada.

No entanto, não abuse, pois a beterraba atua como laxante e, se consumida em excesso, pode causar diarreia na criança e na própria mãe.

Quando e como começar a comer um vegetal?

A mãe pode experimentar beterraba pela primeira vez logo após a alta do hospital... Naturalmente, na primeira vez que esse vegetal de raiz é comido, é necessário monitorar com especial atenção a reação do bebê. No caso de o bebê não observar várias reações negativas do trato digestivo, bem como erupções na pele, a mãe pode comer esta raiz com segurança no futuro. Adicione a beterraba a saladas e outros pratos.

No primeiro mês de amamentação, será melhor usar beterraba assada, pois esse prato não contém óleo, portanto, não fará mal à mãe e ao bebê. As beterrabas cozidas ou assadas com HV são perfeitas tanto como prato à parte como em combinação com outros produtos.

Este produto será especialmente útil para aquelas mães que sofrem de prisão de ventre pós-parto.

A propósito, os médicos recomendam o uso deste vegetal de raiz também para mulheres que perderam muito sangue durante o parto.

Como o uso precoce pode afetar?

Por mulher

Qualquer que seja o gosto de uma mãe que está amamentando um bebê, de uma forma ou de outra afetará a qualidade de seu leite materno e a beterraba não é exceção. A beterraba tem efeito laxante, por isso você precisa ter muito cuidado com o uso desse produto na alimentação.

Por criança

Para um bebê, a beterraba não é menos útil do que para uma mãe que o amamenta.... Afinal, a constipação é um problema bastante comum em bebês. Em uma criança, o sistema digestivo não produz enzimas suficientes para o funcionamento normal do estômago. A beterraba cozida ajudará a resolver o problema da constipação infantil se for usada corretamente pela mãe, além de adicionar vitaminas ao leite materno, que também entrará no corpo da criança.

A beterraba se tornou parte da vida de muitas pessoas. Cultivar esta raiz não será difícil, mesmo para jardineiros novatos, você só precisa seguir as regras de plantio e decidir sobre a variedade. Para saber o que exatamente este vegetal é útil para o corpo masculino, feminino e infantil, bem como de que forma é melhor usá-lo durante a gravidez e dá-lo aos animais - leia no nosso portal da Internet.

Instruções passo a passo sobre como introduzir o produto na dieta da mãe

Muitos pediatras permitem que mães jovens comam beterraba assim que saem do hospital. Os especialistas acreditam que todos os minerais e vitaminas contidos nesta safra de vegetais ajudarão a mãe e o filho a recuperar as forças após o parto o mais rápido possível e a se adaptarem confortavelmente às novas condições de vida.

A primeira coisa a lembrar é que esse vegetal deve ser introduzido em sua dieta na forma de fervido ou assado.

  1. Para começar, você deve comer uma pequena quantidade de beterraba sem misturá-la com nada (não mais que 50 gramas).
  2. Depois disso, você deve observar a reação do bebê. Se não houve reações durante o dia, então da próxima vez você pode adicionar este vegetal a outros pratos.

Introduza a beterraba em sua dieta gradualmente, durante o primeiro mês é melhor usá-lo no máximo duas vezes por semana. Depois de um mês, você pode aumentar as porções de beterraba consumida e consumir até quatro vezes por semana.

A beterraba contém muitos minerais e vitaminas, como iodo, cálcio, magnésio, aminoácidos, ferro, B, PP, C, que são simplesmente necessários para o bebê e sua mãe. Porém, lembre-se que em tudo deve haver uma medida e que esse vegetal deve ser consumido somente após o tratamento térmico, após o qual não perde suas propriedades úteis.


Assista o vídeo: MÃE QUE AMAMENTA: CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO - CRIAR E CRESCER (Agosto 2022).