Além disso

Como fazer geléia perfeita - 10 segredos

Como fazer geléia perfeita - 10 segredos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A geléia pode adoçar perfeitamente a estação fria, é tão saborosa e agradável com uma bebida quente ou pão frito.

Embora a geleia seja considerada por muitos como um dado adquirido, é na verdade um prato muito gourmet. Por exemplo, geléia de groselha, via de regra, era servida na mesa real.

Se tiver oportunidade de preparar este tipo de conserva, tem uma excelente oportunidade para diversificar o seu próprio menu.

Você só precisa seguir algumas dicas para tornar a geléia ideal no paladar.

Seleção cuidadosa de matérias-primas

Primeiro, você precisa decidir sobre as matérias-primas, ou seja, as bagas ou frutas que deseja usar.

A regra básica aqui é: pegue matérias-primas que estejam uniformemente maduras, ou seja, cada baga ou fruta com um grau de maturação idêntico.

Este conselho é seguido para obter um grau idêntico de prontidão.

Como você entende pelo nome, a geléia é feita.

Conseqüentemente, se você cozinhar matérias-primas com vários graus de maturidade, terá uma massa completamente diferente. Algumas bagas (por exemplo) serão duras e texturizadas, enquanto outras se tornarão uma bagunça completa.

É claro que faz sentido que chefs experientes usem esse efeito. Por exemplo, frutas maduras demais (novamente, por exemplo, pode haver frutas e até vegetais) tornam-se uma espécie de fundo, e frutas menos maduras são intercaladas de maneira interessante na superfície desse fundo com detalhes duros e levemente crocantes.

No entanto, esta opção requer um conhecimento profundo e até mesmo algum gosto artístico, por isso é melhor levar matérias-primas de maturidade idêntica.

Para fazer essa seleção, observe a cor e a consistência das matérias-primas. Pegue apenas bagas e frutos uniformemente coloridos e ligeiramente macios - eles estão totalmente maduros.

Aliás, preste atenção no tamanho, pois é ideal quando a matéria-prima tem o mesmo tamanho, por assim dizer, baga a baga.

Lave a fruta adequadamente

As delicadas bagas podem ficar danificadas durante o processo de lavagem, por isso tome cuidado.

Use uma peneira e um leve jato d'água, pode tomar, por exemplo, um banho.

Depois é preciso deixar os bagos para deixar a água escorrer e secar um pouco.

Se estivermos falando de algo mais denso e durável, um simples jato de água corrente será suficiente. Você pode até ajudar com as mãos para tornar a lavagem mais eficaz.

Antes de iniciar a lavagem, às vezes é necessário separar cuidadosamente as matérias-primas disponíveis, para limpá-las de galhos e sujeira.

Seleção de pratos

Primeiro, você deve dissipar alguns mitos que antes eram normalmente percebidos e usados ​​ativamente. Vamos começar com o cobre.

Aconselhamos vivamente que não cozinhe a compota num recipiente de cobre.

Em primeiro lugar, frutas e bagas irão dissolver óxidos de cobre, como resultado, você obterá uma pátina nos pratos e um pouco de cobre na própria geléia, e em segundo lugar, os íons de cobre destroem o ácido ascórbico, ou seja, o produto é obtido sem esta vitamina.

Como você pode ver, este metal nobre, embora continue sendo útil, não é a melhor opção para compotas.

Vamos continuar com o alumínio, que também não é necessário para compotas. A questão está novamente nos óxidos, mas agora no alumínio, que são destruídos pela ação dos ácidos das frutas e dos frutos silvestres. Como resultado, sua geléia acabou sendo de alumínio, o que obviamente não tem nada a ver com isso.

Qual é a melhor opção - você pergunta... Essas opções são:

  • pratos esmaltados - mas apenas sem chips;
  • pratos de aço inoxidável.

A segunda questão importante com relação aos pratos é a escolha da capacidade, e aqui você deve aconselhar a bacia, que é ótima de todos os lados.

Os tachos são muito melhores do que as panelas para cozinhar a geleia, pois aquecem melhor e dão uma camada mais fina de geleia, que eventualmente se torna mais espessa e uniforme.

Além disso, para misturar na bacia, você pode mover os próprios pratos, e você terá que subir na panela com algo e, como resultado, é possível danificar os bagos ou frutas.

Portanto, se você escolher pratos, leve uma bacia de aço inoxidável ou esmaltada que tenha um fundo grosso. Só não vá muito fundo.

Ninguém cancelou as regras

As regras básicas a serem seguidas, a menos que a receita sugira o contrário:

  • proporções - cerca de um quilo de açúcar por quilo de matéria-prima, para que a geléia seja armazenada e não azeda;
  • etapas - o engarrafamento não é cozido em uma fervura, mas em 2-3 fervuras;
  • papel ou pergaminho - quando a geléia estiver "descansando", use pergaminho para evitar que as bagas ou frutos rachem;
  • chama - após a fervura, a chama é reduzida para controlar a espuma;
  • apenas geleia - não cozinhe outros pratos próximos, a geleia absorve odores ativamente.

Siga essas dicas e você terá a receita perfeita.

Uma abordagem especial

Existem também dicas especiais que se aplicam a matérias-primas especiais. Essas dicas são:

  • pré-cozinhar - marmelos, maçãs e pêras requerem cozimento preliminar e não de longo prazo antes do processo principal;
  • Rowan preta - é pré-cozido em água fervente por alguns minutos e adiciona-se ácido cítrico no próprio processo de cozimento da geléia;
  • groselha preta - pré-branqueado em água fervente por 40-50 segundos;
  • Damasco - requer imersão preliminar em água, onde foi adicionado refrigerante, por litro de água, uma colher e meia de sopa, segurar o damasco ali por cinco minutos para manter a forma;
  • maçãs - as fatias picadas são primeiro mantidas em água por alguns minutos, onde foram adicionadas algumas colheres de sopa de sal e, em seguida, por igual período de tempo em água fervente, para não escurecerem;
  • bagas - para manter a forma, fure com um palito.

Escolhendo um método de cozimento

Em geral, existem duas formas principais: clássica (longa) e moderna (curta). Na versão clássica, primeiro você cozinha a calda e, em seguida, adiciona a matéria-prima, após o que você realiza algumas etapas de cozimento e fervura. As manipulações são demoradas e laboriosas.

Na versão moderna, você primeiro coloca a matéria-prima e o açúcar no recipiente e deixa por cinco horas, para depois fazer um cozimento. Depois disso, eles são imediatamente colocados em bancos.

Não quer dizer que de alguma forma fosse melhor, eles diferem não só no número de etapas e na tecnologia, mas também no gosto.

Jam não pode ser cozido demais

A opção mais fácil é pegar um pires e pingar ali a geléia de cozimento. Se a gota se espalhar, você precisa cozinhar mais, se a gota permanecer e solidificar em uma forma convexa, a geléia está pronta.

Além disso, a geléia acabada torna-se visualmente transparente e a espuma fica localizada mais perto do centro de sua tigela de esmalte ou panela de cobre, se você não seguiu o conselho anterior.

Embalagem correta

Para obter a composição ideal nos frascos, apenas a geléia resfriada deve ser colocada.

Se você não esfriar primeiro, haverá camadas nos frascos que consistem em xarope e no próprio produto principal.

Além disso, os bancos não precisam ser acumulados imediatamente., já que a geléia quente pode liberar vapor, que por sua vez dá origem à condensação, que permanece em gotículas no recipiente e daí pode surgir bolor.

Aliás, as latas devem ser esterilizadas primeiro, e para isso existem várias formas, desde o forno até a fervura.

Somente após a esterilização os frascos devem ser bem secos.

Armazenamento adequado

Você deve cozinhar a geléia por não mais que um ano e meio e usar em sua maioria latas de no máximo dois litros.

Você provavelmente sabe disso, mas, novamente, o armazenamento deve ser organizado em um espaço fresco, onde a temperatura não suba mais de 15 graus Celsius.

Dicas experientes

Em conclusão, daremos a você alguns conselhos valiosos e comprovados. Por exemplo, se a geléia começar a queimar, o prato pode ser corrigido colocando-o em outro recipiente e cozinhando-o normalmente. O ácido cítrico ajuda a adoçar a geléia, que é adicionada em uma pequena quantidade cinco minutos antes do final do cozimento.


Assista o vídeo: GELÉIA CASEIRA SEM ENGANAÇÃO. COMO SELAR PRA DURAR ANOS (Pode 2022).